top of page
Para receber novidades, inscreva-se:

Obrigado pelo contato!

Este é um blog de participação espontânea e colaborativa.

As opiniões aqui emitidas não refletem o pensamento da Editora.

Ainda sobre as memórias literárias

Por Gisele Silva



Semana passada falei sobre a proposta que fiz aos meus familiares sobre o resgate de suas memórias literárias e apresentei as minhas. Hoje trago trechos das memórias do meu marido, do meu genro e da minha filha.



Meu encontro com a literatura

Por Jorge Newton

“há muito tempo tive o prazer de descobrir o prazer de ler. Sonhar com as histórias, com os personagens e com tudo que os envolvia. Lembro que o primeiro livro onde pude sentir tudo isso foi “Reinações de Narizinho”, de Monteiro Lobato. A história envolvente de uma família reunida em um sítio mágico ficou gravada em minha mente até os dias de hoje. Esse foi o livro que me fez buscar muitos outros, como sequência de toda uma história que nunca vou esquecer.”



Memórias Literárias: Um reencontro!

Por Thalyson Martins

“Aceitei o desafio da minha sogra "favorita" e vou responder qual foi o primeiro livro que eu lembro de ter lido e qual o meu livro favorito (será que tenho?).

Não me lembro de ter lido livros infantis quando pequenino. Tudo o que eu lia era outdoors na rua (confesso que era uma diversão) e lia revistinhas em quadrinhos da Mônica, Batman, Homen-Aranha e uma revista de motos futuristas que eu não tenho a noção do nome.  O meu primeiro contato com livro foi na antiga 4ª série, na época era obrigatório para fazer prova. O primeiro que tive que ler foi: “O Caso da Borboleta Atíria”. Depois foi a vez do livro “O Escaravelho do Diabo.” Nunca tive incentivo à leitura, por parte da minha mãe, afinal, ela não gostava de ler e dizia que não enxergava bem. Minha diversão era vídeo – game e TV. Hoje em dia tenho lido bastante, pois havia perdido esse hábito fazia um certo tempo.

Não tenho definido um livro favorito, mas gosto muito de Biografias, livros de ficção e autoajuda.”



Meu encontro com a literatura

Por Dandara Molasso

“Começo esse relato, contando que como filha de professora lembro de ler o tempo todo. Livros, revistas, gibis, jornais, os relatórios de alunos da escola onde minha mãe trabalha, os ingredientes das receitas de programas de tv e até um adesivo que minha mãe tinha no carro dela: "Professor, se você leu sabe o quanto ele é importante."

Um livro em especial me marcou: O clássico "Os Três Porquinhos. Lembro de pedir para minha mãe contar e contar e lembro de lê-lo até os 18 anos.

O livro é diferente, a capa é preta e já velhinha, parece que a qualquer momento vai se desintegrar no ar. Lembro das imagens, das frases, do cheiro, do ambiente em que ele era lido e do ambiente onde até hoje minha mãe o guarda com o maior carinho do mundo.

Pretendo ler esse livro para os meus filhos, netos, bisnetos e passá-lo de geração em geração.

Pode parecer bobo um livro que é um clássico mexer tanto com uma criança (hoje mulher), mas como já sabemos, um livro é um amigo para vida toda.”



Agradeço por eles aceitarem meu desafio e terem me brindado com tantas recordações boas!


Meu marido, poeta, amigo e companheiro, que me fez voltar no tempo em que via o Sítio do Picapau Amarelo pela TV, confesso que gostava mais assim.


Meu genro “favorito”, por termos alguns gostos literários em comum e por não ter se deixado vencer e ter retomado o hábito da leitura.


E a minha amada filha, por ser minha companheira de leituras marcantes que se estendem até hoje!


E principalmente por me proporcionarem a reflexão da importância da leitura em nossas vidas!





 

Autoria



Gisele Silva é Pedagoga que atua com professoras e alunos de uma Escola Especial para Autistas em São João de Meriti. Professora dos anos iniciais na cidade do Rio de Janeiro. Pós Graduada em Alfabetização das Crianças das Classes Populares pela UFF. Faz parte do Coletivo “Encantadores de Letras”. Autora do Projeto “Caixa de Encantamentos” que incentiva a leitura, estimulando a percepção, a imaginação e o fazer criativo. Iniciou o caminho como escritora em 2019 publicando 3 livros de literatura infantil e participando com dois textos na coletânea "Vozes Negras: tecendo a resistência".

Comments


Deixe seu comentário

Posts recentes

logo-panoplia.png
bottom of page