top of page
Para receber novidades, inscreva-se:

Obrigado pelo contato!

Este é um blog de participação espontânea e colaborativa.

As opiniões aqui emitidas não refletem o pensamento da Editora.

Olhar do dia a dia

Por Ana Paula Monteiro




Mesmo com tudo parado durante a Pandemia, um misto de diferentes energias nos assolou. Foram várias mudanças de forma abrupta sem planejamento e com uma novidade de uma nova regra a cada dia.


A pandemia não terminou, mas nós seres humanos temos a real necessidade do convívio com nossos pares e da relação com os diversos ambientes. Para quem duvidava, passamos a risca pelo processo de isolamento social.


Prova disso, é a necessidade de sair, olhar a paisagem, encontrar outras pessoas, mesmo que rapidamente, afinal a vida não para!


Mas se você não se cuidar, não se respeitar, a vida para você. Alguns acreditam que podem ser parados, outros acreditam que possuem um poder acima do bem e do mal, e que controlam tudo, até tudo se acabar.


O nosso sistema político, econômico e social nos leva a acreditar que nada pode realmente parar, afinal tempo é dinheiro. Aqueles que podem se dar ao privilégio de manter-se em quarentena, continuam. Aqueles que precisam trabalhar e não tem negociação, estão nas ruas, no transporte lotado, no ambiente de trabalho que não são todos que respeitam os protocolos sanitários básicos.


Meu objetivo não é pensarmos na pandemia e suas consequências, o que também é muito importante, afinal o impacto disso nos revelará o que teremos como desafios nos próximos anos, mas hoje o desejo é pensarmos enquanto indivíduos em uma sociedade. A pressa do dia a dia, a pausa que muitas vezes não é feita, pois há uma postagem interessante, um curso que não pode ser perdido, uma mensagem que precisa ser respondida agora, alguém que te chamou enquanto você fazia essa leitura.


E você? Qual é o seu momento do dia para olhar para si? Fazer o que realmente gosta ou sente vontade? Planejar bons momentos com você, e até fazer com que outras pessoas tenham interesse em acompanhar essa grande ou pequena aventura. Pode ser um café com os amigos, um chopp, baladas. A bebida e o local não importam, virtual também está valendo, pois tudo isso é um pretexto para o encontro, para compartilhar boas ou más experiências e contabilizar que ao final ganhamos muito mais do que merecemos.


Tudo tem o seu tempo, mas estamos sempre acelerados querendo que o tempo seja controlado por nós. Não temos como controlar o tempo, mas podemos organizar melhor o nosso tempo. Temos que fazer a nossa parte e vivermos com calma, com alma, um dia de cada vez, não adianta correr demais, se não, o mais importante ficará para trás e você pode passar pelo que deseja e não perceber que já existia e está muito próximo.


Permita-se ver o seu melhor, fazer o seu melhor, dentro das suas possibilidades. Não se cobre tanto. Faça o que é possível. Pense nos seus limites, não se cale mediante ao que te faz sofrer, ao que dói no coração. Nós estamos aqui para que sejamos melhores do que ontem. Seja melhor, seja feliz!





 

Autoria



Ana Paula Monteiro é Mestra em Educação, Professora, Especialista em educação infantil e educação especial. Escritora. O trabalho com a formação de professores e a educação infantil são estudos que motivam a continuar na área da educação. Mãe do Luiz, apaixonada pela arte de emocionar ao contar e escrever histórias.

Comments


Deixe seu comentário

Posts recentes

logo-panoplia.png
bottom of page