top of page
Para receber novidades, inscreva-se:

Obrigado pelo contato!

Este é um blog de participação espontânea e colaborativa.

As opiniões aqui emitidas não refletem o pensamento da Editora.

Memórias literárias

Por Gisele Silva



Quais pensamentos nos fazem recordar nossos primeiros encontros com a literatura?


Propus aos meus familiares (marido, filha e genro) que recordassem suas primeiras recordações do encontro com a literatura.


Resolvi fazer as seguintes perguntas: Qual o primeiro livro que você lembra de ter lido? Qual o seu livro favorito? O que vem a sua lembrança quando alguém fala em literatura? Que pensamentos fazem você recordar esses primeiros encontros com a literatura?


Enquanto eles pensavam sobre esses questionamentos, eu também me pus a relembrar.


Não me lembro de ter tido contato com a literatura infantil nos meus anos iniciais na escola. Tudo o que eu lia era somente em casa: gibis, jornais, dicionários, revistas. O contato mais próximo para a infância, como literatura infantil, era a Coleção Disquinho, uma relíquia da minha época de criança!


Quando ingressei na antiga 5 série (atualmente 4.º ano), havia aquela obrigação de ler livros apenas para fazer uma prova. O primeiro que li foi Vidas Secas de Graciliano Ramos. Nessa época, fui apresentada também aos livros da Coleção Vagalume. Li Menino de Asas, O Escaravelho do Diabo, Éramos Seis, entre outros.


Em minha opinião, esse procedimento não tinha por objetivo fazer com que os pré-adolescentes, nos encantássemos pela leitura.


Eu já era uma pessoa encantada pela leitura! Apenas me faltava expandir horizontes, conhecer outros gêneros e autores.


No entanto, um dos livros dessa coleção, considero minha mais apaixonada memória literária, A Ilha Perdida de Maria José Dupré!


Ele vai além de ser apenas uma memória. Eu o possuo até hoje e lá se vão 40 anos! Sempre retorno à sua leitura e as emoções são as mesmas. É o meu livro favorito, uma das minhas primeiras boas memórias literárias! Depois dele tem muitos, muitos outros… De todos os gêneros, cores, cheiros e sons!


Essas perguntas sobre memórias literárias, inspiraram meu marido a fazer uma poesia e transformou-se em um vídeo lindo em homenagem ao Dia Nacional do Livro Infantil em abril de 2020, com meu genro e netos embalados pelo poema, expressando todo o amor que minha família tem pela literatura.




 

Autoria



Gisele Silva é Pedagoga que atua com professoras e alunos de uma Escola Especial para Autistas em São João de Meriti. Professora dos anos iniciais na cidade do Rio de Janeiro. Pós Graduada em Alfabetização das Crianças das Classes Populares pela UFF. Faz parte do Coletivo “Encantadores de Letras”. Autora do Projeto “Caixa de Encantamentos” que incentiva a leitura, estimulando a percepção, a imaginação e o fazer criativo. Iniciou o caminho como escritora em 2019 publicando 3 livros de literatura infantil e participando com dois textos na coletânea "Vozes Negras: tecendo a resistência".

Comments


Deixe seu comentário

Posts recentes

bottom of page