top of page
Para receber novidades, inscreva-se:

Obrigado pelo contato!

Este é um blog de participação espontânea e colaborativa.

As opiniões aqui emitidas não refletem o pensamento da Editora.

Somos muitas mães partilhando as mesmas dores e delícias

Por Fabiana Esteves



Minha mãe fez aniversário esta semana e reencontrei este texto de alguns anos atrás, quando a presenteei com o DIÁRIO DA MÃE DA ALICE, escrito pela Mariana Rosa:


"Hoje o telefone tocou logo cedo. Quando meu aparelho fixo toca, eu sempre pressinto que seja ela, minha mãe. Quase ninguém me liga para o número de casa. Ela me liga quando sabe que estou. Antigamente, quando dividíamos o mesmo teto, a hora da janta (sempre tarde) era quando compartilhávamos as indignações e as belezas do dia. Mas na falta deste momento, ela me liga. Às vezes para me alertar que há um ótimo programa na TV que eu não posso perder, ou para me dizer que terminou de ler um livro incrível ( o que acontece demais, ela lê muito e numa velocidade impressionante, às vezes duzentas páginas em um único dia) Hoje foi desses. Ela completou anos no dia doze e a maioria dos presentes foram livros, que não tardaria em devorar. O primeiro foi o meu presente, e, lido em tempo recorde, ela me liga nas primeiras horas extasiada: era o Diário da Mãe da Alice, fruto da página que acompanho no Facebook. Empenhada em me fazer entender o que estava sentindo, ela caprichou nas palavras, mas as lágrimas tomaram lugar no som do telefone sem fio. Eu segui, não segurei as minhas, como sempre. Repeti a mesma emoção que sinto a cada leitura dos textos lindos da Mariana Rosa, que não é apenas uma escritora talentosa, mas uma pessoa singular, de rara e sublime sensibilidade. O silêncio invadiu a ligação e ela me pediu que essa emoção chegasse à autora, que eu fosse ponte e rompesse as barreiras da distância. Eu faço questão de fazer mas ainda não sabia como. Bom, foi outra leitura minha que me mostrou o caminho: Fala sério, mãe, da Thalita Rebouças, que em estilo totalmente diferente da Mariana, nos quer desvendar o mesmo mistério: não há mistério. Somos todas mães, partilhamos das mesmas dores e delícias. Também somos diferentes, que bom. Obrigada mãe, por ser quem você é. Obrigada Mariana, por ser um presente extasiante e emocionante na vida de quem lê o seu livro, por nos mostrar o que é ser mãe nas profundezas que essa palavra pode nos levar."


Bom, eu enviei um e-mail para a Mariana Rosa transmitindo toda a emoção que o livro despertou na minha mãe. Mariana? Respondeu tão carinhosamente que ultrapassou a barreira autor/leitor. Agora me comunico com ela pelo Instagram. Evoluímos? Se nos aproxima é bem-vindo. Somos mães, partilhamos das mesmas dores e delícias. Também somos diferentes, graças a Deus.


Pausa para atender minha mãe ligando e me "mandando" assistir ao programa que a Mariana Rosa apresenta na TV Escola, o Inclusive você.


Na imagem acima, a partir do topo, da esquerda para a direita: Fabiana Esteves com sua mãe Leila Esteves, o livro "Diário da Mãe da Alice" e a resposta da autora Mariana Rosa à Fabiana esteves.


 

Autoria



Fabiana Esteves é Pedagoga formada pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNiRIO) e Especialista em Administração Escolar. Trabalhou como professora alfabetizadora na Prefeitura do Rio de Janeiro e no Estado do Rio com Educação de Jovens e Adultos. Trabalhou como assessora pedagógica e formadora nos cursos FAP (Formação em alfabetização Plena) e ALFALETRAR, ambos promovidos pela Secretaria de Educação do mesmo município. Também foi Orientadora de Estudos do Pacto pela Alfabetização na Idade Certa, programa de formação em parceria do município com o MEC. Em 2015 coordenou a Divisão de Leitura da SME de Duque de Caxias (RJ). Atualmente, é Orientadora Pedagógica da Prefeitura de Duque de Caxias, onde tem se dedicado à formação docente. Escritora e poeta, participou de concursos de poesia promovidos pelo SESC (1º lugar em 1995 e 3º lugar em 1999) e teve seus textos publicados em diversas antologias pela Editora Litteris. Escreve para os blogs “Mami em dose dupla” e “Proseteando”. Publicou os livros “In-verso”, "Pó de Saudade", "Maiúscula", "A Encantadora de Barcos" e "Coisas de Sentir, de Comer e de Vestir". É mãe das gêmeas Laís e Ísis.


Comments


Deixe seu comentário

Posts recentes

logo-panoplia.png
bottom of page