Para receber novidades, inscreva-se:

Este é um blog de participação espontânea e colaborativa.

As opiniões aqui emitidas não refletem o pensamento da Editora.

70 anos sem Tolkien

Por Gilson Salomão Pessôa


Imagem: www.bantumen.com



Mensurar o valor do legado de John Ronald Reuel Tolkien dentro do contexto pós-moderno é uma tarefa bastante complicada, tendo em vista o poder de sua influência que perdura até os dias atuais. Além de autor de obras como “O Hobbit”, “O Senhor dos Anéis” e “Silmarillion”, foi poeta, filologista (estudante da linguagem em fontes históricas escritas) e professor de universidade, tendo sido ainda nomeado Comandante da Ordem do Império Britânico pela Rainha Elizabeth II.


Filho de pais ingleses, Tolkien nasceu na cidade de Bloemfontain na África do Sul em 1892. Depois de ter perdido o seu pai mudou-se para Inglaterra com a mãe e o irmão. Mabel Suffield, sua mãe que tinha problemas de saúde e havia lhe introduzido ao mundo de contos de fadas e a outras línguas como o latim, entregou a guarda de seus filhos antes de sua morte para Francis Morgan, que foi encarregado de dar aos meninos uma sólida educação católica.


Estudou grego, latim, línguas antigas e modernas, como o finlandês, que serviu de base para criação do idioma élfico Quenya e o galês, base para o outro idioma élfico, o Sindarin.


Em 1914, Tolkien e sua namorada Edith Bratt ficaram noivos. No ano seguinte, mesmo recebendo com honras o diploma em Literatura de Língua Inglesa, não conseguiu escapar da convocação militar, tendo se casado em 1916, antes de ir para a Primeira Guerra Mundial. Depois de contrair tifo em 1918, obteve dispensa militar e durante esse período começou a escrever O livro dos Contos Perdidos, que mais tarde teria seu título alterado para O Silmarillion.


Após a guerra ele pode ingressar no meio acadêmico, com um cargo de professor universitário onde se tornou especialista em diversas línguas antigas e modernas. Seus primeiros livros foram mais direcionados para o público infantil, como “Roverandom” e “Mestre Giles de Ham”. Somente depois ele começou a trabalhar a Terra Média dentro de uma dimensão épica, impulsionada pelo sucesso de “O Hobbit”.


O mundo da literatura recebeu uma profunda influência de Tolkien, sendo considerado por muitos como o fundador do gênero “fantasia moderna”, que inclui exemplos significativos como “As Crônicas de Nárnia” do amigo C.S. Lewis e “As Crônicas de Gelo e Fogo” que estão sendo atualmente adaptadas para a televisão através da série “Game of Thrones”. Jogos como o RPG Dungeons and Dragons, desenhos animados e histórias em quadrinhos e sofreram inúmeras influências do escritor.


O “Senhor dos Anéis” e “O Hobbit” foram inicialmente adaptados para o cinema como animações, mas foi o diretor neozelandês Peter Jackson que terminou transportando esses personagens para a película de forma mais fiel às obras de Tolkien.


Sua influência também pode ser notada nas artes plásticas. Pintores como John Howe, Roger Garland, Ted Nasmith, Alan Lee, Tim Kirk e os irmãos Hildebrandt entre muitos outros ilustraram com maestria várias passagens dos livros. A obra do autor também marcou profundamente a música, principalmente estilos como o hard rock, new age e heavy metal. Várias músicas de bandas como Led Zeppelin, Blind Guardian, Rush, Jethro Tull, e outras, são de alguma forma associadas aos seus livros.


No dia 28 de Agosto de 1973 Tolkien sentiu-se mal durante uma festa e na manhã do outro dia foi internado, com úlcera e hemorragia. Faleceu aos 81 anos de idade, nas primeiras horas do dia 02 de setembro, deixando para o mundo um universo vasto e fascinante como herança, preservando assim sua imortalidade junto aos elfos em Valinor.



Autoria



Gilson Salomão Pessôa é jornalista formado em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora, com Pós Graduação em Globalização, Mídia e Cidadania pela mesma faculdade. Publicou os livros "Histórias de Titãs Quebradiços" e "Um Suspiro Resgatado".


Deixe seu comentário

Posts recentes

Início   |  Coleção Lendas Brasileiras   |   Originais   |  Política de Privacidade   |   Blog   |    Loja    |  Fale Conosco

 

Panóplia Cultural - CNPJ 30.877.808/0001-12

Fanpage: f/EditoraPanoplia | Instagram: @editorapanoplia | E-mail: contato@editorapanoplia.com.br

Telefone: (21) 99367-3411 (WhatsApp)

Rua Wilson Barroso, 47, São Bento, Duque de Caxias / RJ

©2018-2020 by Panóplia Cultural.